CISTITE- INFECÇÃO DO TRATO URINÁRIO

Você sabia que as infecções do trato urinário nas mulheres são de fácil diagnóstico e tratamento eficaz, porém, quando não diagnosticadas ou com tratamentos insuficientes, podem evoluir para complicações serias?

 

As infecções do trato urinário incluem cistite (infecção da bexiga / trato urinário inferior) e pielonefrite (infecção do rim / trato urinário superior). Nas mulheres, a patogênese das infecções do trato urinário começa com a colonização do introito vaginal por uropatógenos da flora fecal, seguida de ascensão via uretra para a bexiga e, no caso de pielonefrite, para os rins através dos ureteres.

Usamos o termo cistite simples aguda para se referir a uma infecção aguda do trato urinário que se presume estar confinada à bexiga. Tais infecções não apresentam sinais ou sintomas que sugiram uma infecção que se estenda além da bexiga, que inclui;

 

• Febre (>37.7 ° C) 

• Outros sinais ou sintomas de doença sistêmica (incluindo calafrios ou rigidez, fadiga significativa ou mal-estar além da linha de base)

• Dor no flanco.

• Sensibilidade do ângulo costovertebral 

Se algum desses sinais ou sintomas estiver presente no contexto de piúria e bacteriúria, nós médicos consideramos o paciente com ITU aguda complicada e manejamos o paciente de forma diferente. Por essa definição, a pielonefrite é uma ITU complicada, independentemente das características do paciente.

A cistite em mulheres é extremamente comum. A menor distância do ânus à uretra provavelmente explica por que as mulheres correm maior risco de infecções do trato urinário do que os homens. Entre mulheres saudáveis, os fatores de risco para cistite incluem relações sexuais recentes e história de ITU. O uso de preservativos revestidos com espermicida, diafragmas e espermicidas isolados também está associado a um aumento do risco de cistite.

Outras comorbidades, como diabetes mellitus e anormalidades estruturais ou funcionais do trato urinário, também podem aumentar o risco de cistite.

Quando o paciente deve buscar assistência médica?  

Deve-se suspeitar de cistite aguda simples em mulheres com sintomas agudos de disúria, frequência ou urgência urinária e / ou dor suprapúbica, particularmente na ausência de sintomas vaginais (por exemplo, prurido ou corrimento vaginais). A probabilidade de cistite é maior que 50% em mulheres com qualquer um desses sintomas e maior que 90% em mulheres com disúria e frequência sem corrimento vaginal ou irritação.

Procure o clinico sempre que desconfiar que você está com sintomas de infecção urinária. Não utilize antibióticos por conta própria, pois há em nossa comunidade  casos de ITU com germes resistentes que podem colocar sua saúde em risco. O médico saberá quando solicitar exames e indicar tratamentos que não induzam a resistência bacteriana.

Dr.  Leonardo Pereira Florêncio

CRM 34272

Saude Sistemas/ Asseminas